reflexoes

O que tem a noite

O que tem a noite?
Por Frei Cristiano Freitas, OFMConv.

Declaradamente sou um apaixonado pela noite. Desde muito tempo ela tem sido minha fonte de inspiração para a vida. Sempre amei orar a noite, ler, estudar, conversar, praticar esporte… Por diversas vezes tentei abandonar essa ‘vida noturna’, mas não consegui ainda, pois é justamente à noite que tenho mais vigor, mais vida e mais energia.

O que tem a noite? Tem um ar de mistério que me fascina. Não sei de fato o que me preenche, mas algumas pistas são importantes: o silêncio, o céu, a introspecção, a individualidade e a luta.

Enquanto tantos dormem e tentam esquecer os problemas da vida, enquanto muitos almejam descansar o corpo e a alma após um dia cansativo fico a procurar a vida. O inverso das horas me persegue. O contrário do tempo me alimenta. Se pudesse trocar o dia pela noite faria sem nenhuma hesitação. Ainda não posso…

O motivo de partilhar tal reflexão foi o fato de acabar de passar em frente a uma parada de ônibus à noite e ver uma pessoa dormindo debaixo do banco. O que tem a noite? Tem um submundo que oculta as mazelas da humanidade. Tenho para mim que é a noite que revela quem somos!

Desprovido de toda bagagem sociológica, psicológica e antropológica, desejo apenas suscitar o interesse por tal tema. É necessário não dormir para a vida. Não pretendo levantar a bandeira ‘da noite’, mas sim mostrar o que muitos não vêem, pois estão bastante ocupados em fechar os olhos.

A noite é capaz de ofuscar todo o brilho do dia, porém é capaz de revelar aqueles que se escondem sob a luz do sol. Quantos não perderam numa noite o que ajuntaram durante dias, anos e até mesmo durante uma vida inteira? Quantos anônimos esperam a noite para viver a ilusão de ser alguém? Quantas almas, como a dessa pessoa na parada que acabei de ver, estão jogadas pelas cidades sem receberem a nossa devida atenção? Quantas famílias, jovens, crianças e mendigos procuram nesse exato momento um lugar para também tentar esquecer os problemas cotidianos?

noite lua

O que tem a noite? Tem a capacidade de transformar vida em morte, liberdade em escravidão, alegria em tristeza, esperança em tragédia, sonhos em pesadelos e construção em destruição. Talvez seja por isso que procuro vida nas noites. Para ser luz àqueles que insistem em viver nas trevas, pois este submundo noturno pode ser modificado em vida. Mesmo sendo atraído por esse fascínio noturno onde também corri e corro o risco de me perder, continuo a ser um homem da noite, mas sempre na esperança de gerar vida para os que agora estão na morte. Assumo o perigo de amar a noite para ser porto seguro aos que não tem onde repousar, já que o dia não tem lhe dado esperanças.

Agora, por exemplo, são 01:12 da madrugada. Mais uma vez estou em busca da vida (viajando para a Chapada Diamantina – BA). Eis mais um texto, mais uma reflexão dentre tantas escritas nas madrugadas da vida. Sem contar com as inúmeras conversas, direcionamentos espirituais, orações, mensagens de celular, pensamentos e questionamentos que sempre me cercam nesse sedutor e perigoso, porém apaixonante horário do meu dia.

Por fim, vale ressaltar a exortação de São Paulo em sua Primeira Carta aos Tessalonicenses onde nos diz assim: “Vós, porém, meus irmãos, não andais em trevas de modo que esse Dia vos surpreenda como um ladrão; pois que todos vós, sois filhos da luz, filhos do dia. Não somos da noite, nem das trevas”. (5, 4-5). O apelo do apóstolo é firme, pois nos ensina a vigiar para não perder o momento oportuno da vinda do Senhor. Amo a noite e não as obras das trevas. Amo o Senhor da vida e não os caminhos da morte. Um ‘dia’ não terei mais as noites, mas continuarei buscando a vida.

OBS: Não tenho insônia e amo dormir

Curso Carol Capel